Batons Wet’n Wild

Olá pessoal!

Chegando para falar um pouco dos batons Wet’n Wild, os famosos baratinhos importados. Ensaiei muitas vezes para comprar, mas confesso que mesmo com tantas resenhas positivas sobre o produto, sempre fiquei meio que em dúvida, e acabava desistindo.

Até que aquela amiga, querida viajou e perguntou: você quer eu leve alguma coisa pra você? Eu não sou das “pidonas”, mas quando vi esta mensagem não resisti. Entre outras coisinhas, pedi para que ela trouxesse algumas cores e ela me trouxe 4. Eu não podia abusar, afinal, o dólar já estava nas alturas.

DSC05896

Fiquei tão feliz quando ela me entregou, e ainda mais quando falou que era presente (quase arranquei a cabeça dela com um abraço!). Só quem ama maquiagem sabe a felicidade de ganhar presentes do tipo, ainda mais importado.

Todos os meus receios negativos sobre eles definitivamente acabaram, pigmentação, cores, fixação, em especial cheiro, que é algo que dou muita importância na maquiagem, pois com a rinite alérgica que tenho, quanto menos, melhor.

Estes são com acabamento acetinado, com uma leve cintilância o que está super em alta nesta estação calor.

Cor. 501CCor. 513CCor. 526CCor. 539A

E as cores… Cada uma mais linda que a outra e super em alta também. Um tom de pink, nude mais aberto, um coral e é claro o que não podia faltar um vermelho quente.

Swot

Aqui no Brasil eles custam uma média de R$24,90 a R$39,00 nos EUA e Canadá de $1,00 a $3,00 que injusto né!

Sugestão de presentinho legal naquela viagem que você não pode gastar muito 😉

Um super beijo,

Raquel

Anúncios

Preparação de pele – Verão

Olá Pessoal!

Chegou o verão, e o que fazer para manter uma maquiagem legal até o fim do dia? Bom, com uma pele generosamente oleosa como a minha, é praticamente impossível, mas hoje em dia, para tudo se há um jeito né!

Na última semana, me superei na preparação da minha pele. E quis contar como fiz para vocês e espero que gostem ;). A questão é: ela não é só super oleosa, tenho manchas de sol, poros aparentes, vasinhos e cicatrizes de acne (quase a fera). Pensei: em uma make básica para ocasião pois iria sair durante o dia, no calor que estava fazendo e no resultado trágico que poderia ter. Então resolvi que iria só tomar um bom banho e sair de cara lavada, ou melhor, com um batom e máscara para cílios, pois ninguém merece!

Mudei de ideia! Com o rosto limpo e hidratado (Sim! Pele oleosa precisa de hidratação) vi que estava com tempo sobrando e resolvi que ia “brincar de índio” e comecei a me pintar. Aplicar as técnicas que conheço.

A escolha dos produtos certos nesta hora, faz toda a diferença para o efeito natural e duração da maquiagem. Na minha opinião, uma pele bem feita é a base para toda make. Se você tem uma pele seca e gosta de um efeito mais viçoso, bases mais acetinadas trarão um ótimo resultado, eu prefiro o efeito mais opaco, mas sei que o brilho vai aparecer no decorrer do dia, e pele iluminada é uma tendência para este verão, tenho que dar os meus pulos.

Vamos ao processo:

Comecei molhando o rosto com água bem fria, o que ajuda a fechar os poros e na questão vasodilatadora do negócio todo, meus vasinhos são roxos :(.

Logo após, apliquei o primer com um pincel duofiber, o calor dos dedos não é bom nesta etapa para oleosidade, para quem tem pele oleosa o uso do pincel é indispensável.

Usei um corretivo mais sequinho de alta cobertura, base de efeito matte para pele oleosa, pó translucido (ajuda muito a segurar o brilho). Depois foi só fazer um acabamento bacana: contorno e iluminação.

Produtos a prova d’água são ótimos para esta finalização. A máscara que usei é apenas resistente, mas como eu não ia correr, dançar e estas coisinhas que nos fazem suar muito, não usei a prova d’água pela preguiça de retirar depois (sabia que ia chegar tarde e não durmo de maquiagem nem por decreto). Não usei nada na linha d’água inferior (a parte de baixo dos olhos) pois borra na certa neste calor, com o passar do tempo, não fica bom.

Dica: No verão, é legal evitar produtos cremosos, eles tendem a acumular nos olhos e linhas de expressão.

Produtinhos que usei:

Produtos usados1

 

– Primer facial HD Vult

– Base Timewise Mary Kay (matte para pele oleosa): cor beige 5

– Corretivo Mary Kay: cor yellow

– Pó translucido Mary Kay

– Pó compacto Vult: cor 06 (usei como contorno e sombra)

– Primer para olhos Make B – O Boticário

– Bronzer Ruby Kisses – All Over Glow: cor ligth glow

– Iluminador Toque de Natureza: cor peace

– Lápis para olhos Natura Aquarela (apenas na base dos cílios superiores)

– Quarteto para sobrancelhas Dailus

– Máscara para cílios Lancôme: Hypnose Drama

– Lápis para lábios Natura Uma: cor nude

– Batom Fenzza – não informam a cor na embalagem, mas é linda! Um marrom com fundo acinzentado que está super em alta.

Deu para perceber que meus produtos são bem diversificados com relação a marcas né pessoal. Quando quero algo mais específico, compro, mas sempre me arrisco nos baratinhos, sou mais exigente nos produtos para pele mesmo.

Fotinhos do resultado (do celular mesmo, câmera frontal e sem efeito):

pele dia veraopele dia verao1pele dia verao2

Espero que tenham gostado das dicas!

Um super beijo,

Raquel

 

Não sabe pedalar? Chama o Bike Anjo!

Olá Pessoal!

Você já esteve presente em um momento muito importante da vida de alguém? Eu estive! E olha que legal o relato da minha amiga e quanta informação bacana que eu não sabia.

Fico feliz em poder fazer parte desta história e mais ainda por compartilhar com vocês.

Cotidiano Paulista em Foco

Aluna conversando com o Bike AnjoEu fui criada dentro de um pensamento bem conservador. Minha mãe é nordestina, nascida numa cidade do interior da Paraíba, e lá no Nordeste, a criação na época da minha mãe era bem machista, católica, conservadora. Eu nasci em São Paulo, na região central, no bairro da Bela Vista, mas isso não me poupou da herança dos valores dos meus avós.

Minha mãe tinha, e ainda tem, na mente a tal divisão de gênero: coisas de menino e coisas de menina. Isso me fez perder vários momentos que para muitos eram, são e serão tão naturais de uma menina fazer como: andar de patins, jogar bola, correr com os meninos e andar de bicicleta! Minha história com o Bike Anjo começa aqui!

Como não aprendi a andar de bicicleta na infância, depois de adulta ficou mais difícil. Além da falta de tempo com os inúmeros compromissos que a vida adulta nos…

Ver o post original 851 mais palavras

Retrospectiva 2015

Olá Pessoal!

E lá se foi mais um ano!

Todos os anos quando chega esta época, assim como a turma da TV faço a minha retrospectiva pessoal, para avaliar os acontecimentos, ver onde errei, acertei, o que fiz de ruim ou errado, e o melhor, relembrar as conquistas.

O motivo para isto é apenas para tentar melhorar, para alinhar os sonhos e vencer os obstáculos que virão pela frente.

Superar desafios no caminho

2015 para mim foi um ano sofrido, de muita correria e jogo de cintura, mas de muitas conquistas também, podemos começar?

– Logo no comecinho do ano, em fevereiro, minha casa ganhou mais um integrante, o Pepito. Resgatado com 4 irmãozinhos pela minha tia e minha mãe que também abraçam a causa animal. Como havia perdido a alguns meses meu velhinho Tobi, que contei na retrospectiva 2014, ele chegou para ser a melhor companhia para Nani, que ficou muito triste sem o vô dela. Ele trouxe muita alegria para nós, e destruiu chinelos, rack da sala, sofá, a própria pasta de vacinas, plantas… Mas não temos como resistir aquela carinha linda e sapeca.

Meu filhote

Pepito

– Comecei, de verdade, a usar óculos. Fiz o ano passado, mas só usava quando queria, quem usava mesmo era a gaveta, mas acostumei e minhas dores de cabeça sumiram!

– Tentei ser consultora de beleza com uma marca de cosméticos, mas conciliar atendimentos a clientes, vendas, casa, namorado, cachorros, blog, escritório tava me deixando louca. Jornada dupla ainda vai, mas quádrupla foram só alguns meses. Ganhei uma ótima experiência!

– Depois disso, equilibrei as coisas e fiquei mais tranquila. Minha vida profissional ficou mais estável, mais foco e dedicação para o que quero de verdade.

– Fui à praia! Nas férias não deu pra ir muito longe, por um motivo que já conto pra vocês. O litoral norte de São Paulo já foi ótimo! Tirando é claro o fato de ser alérgica a borrachudo, quase ter ficado sem andar por causa de 4 picadas que tomei no tornozelo e ter voltado toda cheia de marcas pra casa. Não entendo pra quê pobre com alergia!

Muitas coisinhas bacanas e “meia-bocas” aconteceram em 2015, mas a maior de todas foi a conquista da minha casa própria. Para muitos pode ser banal, mas só quem paga aluguel sabe o tamanho desta conquista, e por este motivo a viagem de férias não foi mais top, economizar foi a palavra do ano e também será em 2016.

Em fevereiro, tive o pior e o melhor dia do ano, que foi a assinatura do contrato com o banco: o melhor dia devido o tamanho que a conquista representa para mim, e o pior, por estar sozinha (fisicamente pois sei que Deus estava comigo) e ter que enfrentar gerente e assessoria que só querem te fazer pagar por taxas e adesão de produtos os quais ninguém é obrigado a aderir por estar fechando um financiamento. Mas se tratando de bancos ligados ao governo como a Caixa Econômica Federal, dá para esperar algo de bom? Quero fazer um post alertando vocês sobre isso, e outras coisas que aprendi a duras penas durante todo o processo com construtora, assessoria, corretor e prefeitura.

FachadaMinha planta

Tive de abrir mão de muita coisa e fazer escolhas durante o ano, para que tudo corresse bem, principalmente no aspecto financeiro, pois com a minha nova casa, outras realizações vieram: o meu piso laminado com rodapés brancos, a minha cozinha planejada, meu quarto (nunca tive um só pra mim), minha árvore luminária… Saber que tudo esta tão próximo, pois comprei na planta, é muito especial, compartilhar isso com vocês é mais ainda!

 

luminaria-arvore-60-leds-branco-ilustrativa

A obra esta em fase final, vou contando por aqui se vocês quiserem.

Em 2015 fiz coisas certas e erradas, mas na balança, acertei mais, e isso é bom! Fiquei nervosa, senti medo, chorei de tristeza e de felicidade, tive dor de barriga, gripe, crise de labirintite, ri muito, falei menos, ouvi mais, caminhei, fiquei mais tempo por aqui e quero mais tempo, para vocês e para as pessoas que me cercam.

2016 será o ano das mudanças em minha vida, das realizações, mas sei que isso não quer dizer que não haverão problemas, mas estarei pronta para enfrentá-los.

E você? Está pronto para tudo de novo que te espera? Já fez sua retrospectiva?

Que 2015 tenha sido um ano de experiências maravilhosas e que 2016 chegue desafiador, para os que gostam de desafios e mágico para todos os sonhos que os sonhadores irão realizar.

Um super beijo,

Raquel

Sempre sonhar

Olá pessoal!

Que tal falarmos um pouco dos nossos sonhos?

Conheço uma canção que diz: “sonhos, quem nunca teve um sonho pra sonhar, eu sei que muitos cansam de esperar e perdem a fé, a fé em Deus…”

Posso dizer que sou uma exímia sonhadora, os sonhos me impulsionam a conquistar tantas coisas. Não sei como ainda existem pessoas que não possuem um sonhozinho se quer: seja de possuir algo, conhecer alguém ou algum lugar, ser cantor, sei lá!

Os sonhos, em minha opinião, são o início de um projeto, um rascunho do planejamento que queremos para nossas vidas, um rumo para o objetivo que ainda pode não estar bem definido, o começo. Mas você pode simplesmente dar um contexto científico para tudo isso e deixar a vida te levar, junto com o Zeca Pagodinho. Eu, prefiro olhar a diante e ir atrás dos meus sonhos.

DIGITAL CAMERA

Uma grande amiga me disse: “sonhar grande ou pequeno gasta a mesma energia.” Então galerinha, eu sonho grande! Mas nada fora do alcance como: ir à lua na 1° viagem tripulada (juro que gostaria, mas fico pensando na labirintite). Uso minhas habilidades com planejamento para tudo. Mas se não der para realizar, pois nem tudo depende só de nós, o que custa cultivar um sonho?

Filtre seus sonhos

Gostar de desafios e não ter medo de mudanças são fatores que ajudam muito. Já fiz tantas coisas com aquele frio na barriga, com medo, com tantos “SE” na cabeça, mas fiz. Prefiro muito mais me arrepender de algo que fiz do que de algo que deixei de fazer. Graças a Deus, tem dado certo, quando em algum momento não deu, como sou humana, fiquei chateada, frustrada e isso me fez parar e refletir para deste modo poder continuar, mas desistir, nunca!

Quero muito compartilhar alguns dos meus sonhos com vocês:

– Formar minha família (este não depende só de mim);

– Dar um bom plano de saúde para minha mãe;

– Conhecer Paris (para os “revolts” já fui a Minas Gerais e posso passar em Mariana antes);

– Ter um sítio para ajudar animais que os “sem sonhos” abandonam;

– Comprar um carro…

Sonho

Já realizei grandes sonhos no auge dos meus 32 anos (tô ficando velha), mas não paro de produzi-los.

Shakespeare disse: “plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores!” isso vai ao encontro de um bom sonhador.

Me conta um sonho!

Vá além, você é do tamanho dos seus sonhos!

Um super beijo,

Raquel

Resenha Paleta Diva – Vult

Olá Pessoal!

Hoje quero falar sobre a minha paleta do momento. A que sempre esta na minha bolsa e o melhor, baratinha e de qualidade!

Estou falando do quinteto Diva da Vult Cosmetics, que está com uma coleção de quintetos muito bacana, mas a Diva me encantou. Ela tem cores que se ajustam as necessidades do nosso dia a dia, com 3 cores nudes para make neutra no trabalho ou dia e 2 cores escuras, pois se aparecer alguma baladinha a noite, de modo fácil você consegue dar aquele Up no visual rapidinho e arrasar.

1 Paleta diva

O que mais me agrada, é que o tom de marrom que ela possui, é perfeito para correção da minha sobrancelha, ai já consigo deixar o lápis em casa economizado produto na nécessaire.

2 Paleta diva

3 Paleta diva

Deu pra perceber que o mais usado é o marrom clarinho do meio né! Já tem um buraquinho rsrs Amo cores opacas para o dia. Até uso brilho, mas é raro, só quando acordo no dia perua.

Abaixo, a pigmentação delas neste swot sem fixador de sombras ou primer, se aplicada sobre estes amigos da cor, ficam ainda mais lindas.

Swot

A Vult está em uma fase de crescimento absurda, onde você chega, tem stand, quiosque… muito fácil de encontrar, em farmácias então, sempre tem, mas as vezes não tem todos os produtos.

O preço varia de R$27,00 a R$35,00, eu comprei na região do Itaim aqui em SP.

Espero que aproveitem a dica.

Um super beijo,

Raquel

Minha nécessaire

itens-maquiagem-necessaire

Olá pessoal!

Quem ai é a “loka” da nécessaire grite EeeeUuuu! EU EU EU EU

Eu sou gente, e assumo. Muitas vezes já procurei um item de maquiagem e lembrei que estava na minha nécessaire, que deveria ser básica, e que no meu caso, não precisaria ter cílios postiços dentro. Mas nada impede que você leve na sua tá!

E pra quem pensa que nécessaire cheia é uma característica só das meninas, se engana. Conheço meninos que não só tem, como transbordam de produtos mais que a minha. E isso tem se tornado muito comum hoje em dia. Os meninos têm se cuidados mais, deixando o preconceito de lado.

Acho isso um grande avanço, pois ninguém deixa de ser “macho” por passar um pouco de creme hidratante nos cotovelos craquelados de tanto ressecamento. Reparo mesmo! Quanto homem com cotovelo resecado… Deus me livre!

Eu tenho me policiado desde que percebi que tinha: 3 máscaras de cílios, 5 batons… Gente, pra quê? Eu não vou dar um show Drag depois do experiente! Deixava muita coisa lá dentro pensando em: se alguém precisar de mim pra fazer aquela make rápida pra sair pra balada? E se eu precisar? Outra coisa, os produtos ficam mal acomodados e acabam quebrando com qualquer batidinha (perdi 2 blushes assim) #chateada. Dá pra compactar novamente? Dá! Mas não fica a mesma coisa.

necessaire

Com o tempo, que traz a abençoada da experiência, entendi que com os itens certos, conseguiria transformar meu make básico em um night com um simples lápis preto.

Hoje tento manter os mesmos itens, os que realmente vou usar, mas sempre alternando cores e marcas, até pra não deixar de usar as outras coisinhas que tenho, que por incrível que pareça, não são muitas. Não tenho coleção de maquiagem como algumas pessoas pensam,  sou presenteada com muitas coisinhas. Só base e pó que gosto de ter 2, pois só quem já esqueceu a nécessaire no trabalho com seus únicos produtos de pele, sabe quanta falta eles fazem no fim de semana.

Olha só gente, deu até pra acomodar tudo na foto:

IMG_4191[1]

Hoje levo:

– Pó (às vezes compacto, outras translucido);

– Lápis preto e marrom;

– Caneta delineadora;

– 3 Batons (1 nude, 1 mais escuro que por hora é pink e 1 do momento que é o coral. Super em alta neste verão. Não consegui deixar só um DE JEITO NENHUM);

– Base;

– Corretivo;

– Máscara para cílios (apenas uma! como foi difícil! Às vezes a prova d’água, outras lavável, de volume, pra alongar… vou mudando);

– Blush (na maioria das vezes, nude);

– Pincéis (amo este mini kit da linha Intense – O Boticário, pois ele vem com o de esfumar. Como tenho poros aparentes, uso o kabuki para um melhor acabamento e o de pó, só uso quando é solto, quando não, uso a esponjinha do próprio estojo);

– Paleta com sombras básicas (Cor 1/ Diva – Vult. O tom de marrom escuro que ela tem, dá perfeitamente com a cor da minha sobrancelha);

– Pinça

– Apontador

E haste flexível, também conhecida como cotonete, que ficaram feios na foto com qualquer nome que tenham.

Ser contida na nécessaire também ajuda na organização, e sua bolsa agradece a menor quantidade de peso.

E você? Tem dificuldade em selecionar seus produtos? Vai acumulando um monte de coisa?

Me conta!

Vamos ter mais praticidade, isso nos ajuda na hora da correria. Menos produtos, menos dúvidas do que usar.

Um super beijo,

Raquel